Av.Brigadeiro Faria Lima, 201, Pinheiros - São Paulo - SP
Programação

TODO DOMINGO 

 
EXPRESSO ACESSO

COM SAÍDAS DAS 11H ÀS 18H

Linha de transporte gratuita do bairro do Canindé ao Instituto Tomie Ohtake e vice-versa

Iniciativa do Instituto Tomie Ohtake com o patrocínio da Cateno e Cielo, o Expresso Acesso foi criado para facilitar o contato das pessoas atendidas pelas instituições do Canindé com alguns dos mais importantes equipamentos culturais da cidade. O itinerário inclui a Praça da Kantuta; Biblioteca São Paulo (Parque da Juventude); Pinacoteca (Parque da Luz); Centro Cultural São Paulo (Liberdade); e MAC-USP (Parque do Ibirapuera). 

Saídas do Canindé: 11h / 12h55 / 14h35 / 16h30
Saídas do Instituto Tomie Ohtake: 11h / 12h40 / 14h35 / 16h10

Saiba mais AQUI.

Participação gratuita. 

O transporte não tem agendamento e está disposto a lotação.  

 

dezEMBRO


ABERTURA DA EXPOSIÇÃO 'ESCOLA ENTRÓPICA'

14 DE DEZEMBRO ÀS 19H

No dia 14 de dezembro abre a exposição com os trabalhos dos alunos dos cursos da Escola Entrópica. 
Gratuito


ENCONTRO PARA PROFESSORES E LANÇAMENTO DA PUBLICAÇÃO

16 DE DEZEMBRO DAS 11H ÀS 17H

Desde 2016 o Instituto tem criado as publicações em conjunto com professores e educadores de outras instituições por meio do Laboratório de criação. Com o objetivo de criar espaços de diálogo, aproximar os professores dos processos de criação do Instituto e, também, propiciar uma formação continuada a esses profissionais da educação, os professores desenvolvem junto com os educadores do Instituto Tomie Ohtake um material educativo que sirva como disparador de assuntos para além da exposição, partindo do pressuposto de que seu uso deve ser possível dentro de um planejamento pedagógico amplo que considere questões específicas de cada espaço de educação.

Buscando dar continuidade ao diálogo, convidamos professores, educadores e assistentes sociais para o lançamento do material feito para a exposição Julio Le Parc: da forma à ação, que acontecerá no sábado, dia 16 de dezembro, no Instituto Tomie Ohtake

PROGRAMAÇÃO

Encontro com professores: apresentação da publicação educativa e discussão sobre dispositivos pedagógicos.
Horário: das 11h às 13h
Vagas: 30
Inscrição pelo telefone 2245-1937

A distribuição da publicação educativa para professores não inscritos acontecerá das 13h às 17h no Núcleo de Cultura e Participação. Distribuição limitada a 200 unidades no dia
Evento gratuito.
Mais informações: setoreducativo@institutotomieohtake.org.br e 2245-1937.{



PERFORMANCE DE GUILHERME PETERS

16 DE DEZEMBRO DAS 16H ÀS 19H

Performance do artista participante da 2ª edição do Prêmio EDP nas Artes.

SINOPSE
A imagem de Vladimir Herzog enforcado será retomada pelo artista, enquanto lê trechos de discursos do Presidente da República. Em seu ateliê, Guilherme Peters vai estar em uma cabine de espelhos que será transmitida por um site de conteúdo adulto. O público poderá assistir o artista, ao vivo, por uma TV dentro da exposição. 


Guilherme Peters, 1987, São Paulo. Vive e trabalha em São Paulo. Realiza trabalhos que transitam entre o vídeo, performance, instalação e cinema. Participou de exposições como “Keep Calm and Carry On”, Tabacalera, Madri, Espanha - “Ponto de Ebulição”, PSM Gallery , Berlim, Alemanha – “Building Imaginery Bridges Across Hard Ground”, Art Dubai Contemporary, Dubai, Emirados Árabes – “The part that doesn't belong to you”, Wiesbaden, Kunsthaus , Wisbaden, Alemanha- “Transperformance 3: Corpo Estranho” Oi Futuro, Rio de Janeiro, Brasil – “La Historia la escriben los vencedores”Espacio OTR , Madri, Espanha – “Deslize” , Museu de Arte do Rio, Rio de Janeiro, Brasil – “Amor e ódio a Lygia Clark” Zacheta National Gallery , Varsóvia, Polônia – “Gravura em campo expandido” Pinacoteca do Estado, São Paulo, Brasil. Participou de Bienais como – “1a Bienal de Montevideo: El Gran Sur”, Fundacion Bienal de Montevideo, Montevideo, Uruguai – “8ª Bienal do Mercosul: Ensaios de Geopoéticas”, Porto Alegre, Brasil. Dirigiu os curtas metragens “la terreur sans la vertu est condamnable, et la vertu sans la terreur serait impuissante”, 2012, ficção, 14 min – “Inimigo invisível”; 2011; ficção; 16 min  “Le retour des sans-culotte”; 2016; ficção; 27 min. Recentemente dirigiu o longa-metragem “Proxy Reverso”, que foi apresentado em Berlim e selecionado para o Festival do Rio de 2015, recebendo três prêmios: montagem e invenção, Prêmio ABD – audiovisual Independente e Prêmio especial do Júri.